terça-feira, 20 de outubro de 2009

Canção do Exílio


Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em cismar, sozinho, à noite,
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Minha terra tem primores,
Que tais não encontro eu cá;
Em cismar - sozinho, à noite,
Mais prazer encontro eu lá;

Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.
Não permita Deus que eu morra,
Sem que volte para lá;

Sem que desfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu'inda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá.


De Primeiros cantos (1847)
Gonçalves Dias

So lembrando que Goncalves Dias foi um OTIMO poeta e escritor maranhense!!!! NORDESTINO!!!

Nada melhor que a foto da praca GONCALVES DIAS em Sao Luis-MA (mais conhecida como a praca dos anmorados).

coloquei a cancao do exilio por estar me sentindo exatamente como ele se sentiu quando escreveu isso... super comparando o ca com o la...

Ana Raquel

Nenhum comentário: